sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Mais uma para a UERJ - Conectivos

No primeiro exame de qualificação da UERJ deste ano, a prova apresentou a seguinte questão:
“Não resguardarei os apontamentos obtidos em largos dias e meses de observação: num momento de aperto, fui obrigado a atirá-los na água”.
(Trecho de Memórias do Cárcere – Graciliano Ramos)
O fragmento acima poderia ser reescrito com a inserção de um conectivo no início do trecho sublinhado.
Esse conectivo, que garantiria o mesmo sentido básico do fragmento, está indicado em:
(A)  porque
(B)  embora
(C)  contudo
(D)  portanto

Vamos à análise.
Acho que muitos que erraram essa questão não sabiam o significado do verbo “resguardar”. É esse verbo o grande auxiliador da sentença. Identificando o seu significado, a resposta certa aparece automaticamente.

Resguardar: 1-Guardar com cuidado. 2- Pôr a salvo, abrigar, defender. 3-Guardar com cautela e vigilância. 4- Cumprir, observar [...]”.
Fonte: Dicionário Michaelis.

Pelos significados verificados, dá para entender que, em geral, o verbo apresenta a ideia de “preservar”.
. O casebre mal o resguardava / preservava da tempestade.
. Uma árvore resguarda/ preserva a entrada da casa.
. Quero tudo por escrito para me resguardar/ preservar.

Sendo assim:
“Não PRESERVAREI os apontamentos obtidos em largos dias e meses de observação: num momento de aperto, fui obrigado a atirá-los na água”.
Agora, com a frase mais clara, é fácil perceber que a parte sublinhada é a causa do que foi antes apresentado. Os apontamentos obtidos pelo narrador não serão preservados, mantidos, porque ele foi obrigado a atirá-los na agua, num momento de aperto.
E a resposta está dada: letra A.

_______________________________________________________

E, aproveitando o ensejo, sugiro que prestem atenção aos conectivos que usamos pouco no dia-a-dia. Eles podem aparecer em alguma questão domingo.

 Alguém saberia dizer o significado dos conectores abaixo?

1.Porquanto
2. Conquanto
3.Posto que
4.Não obstante
5.A despeito de
6. Outrossim

Na minha vida, eu só uso mesmo o “a despeito de”. Os outros, nem em textos formais.

Seguem os significados:
1.Porquanto - porque, uma vez que, já que.
Ex: Todo mundo estava preocupado, porquanto já era tarde e ela ainda não havia telefonado.

2. e 3. Conquanto e Posto que – embora
Ex: Conquanto a economia tenha crescido, grande parte da população brasileira ainda é miserável.
Ex: Gosto dele, posto que seja meio antipático.

Obs: Esqueça-se do Vinícius de Moraes na hora da prova. Em seu “Soneto de fidelidade”, ele utiliza o “posto que” como sinônimo de “já que”, “uma vez que”. Apesar do texto maravilhoso, a norma não foi seguida pelo autor.
“Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure”

4 e 5. Não obstante e A despeito de – apesar de
Ex: Não obstante as polêmicas, teve muitos apoios.
Ex: A despeito de todos os problemas, a situação foi resolvida.

6. Outrossim – Também, igualmente, além disso
Ex: É importante que você fale sobre o resultado da pesquisa. Outrossim, sobre o próximo evento da empresa.

Alguns desses conectivos são horrorosos, na minha opinião. Tornam a frase pesada, mas... é preciso conhecê-los.

Ahhh.... recomendo o artigo do professor Sérgio Nogueira sobre conectivos.

Até mais!!