segunda-feira, 16 de abril de 2012

Redação para o concurso da Caixa Econômica Federal - Sustentabilidade

Olá!

No último post, eu havia dito que em próxima publicação faria a análise da redação “Descanso do cavalo branco”. No entanto, adiarei essa postagem a fim de atender um grupo que precisa de urgência: os candidatos ao concurso da Caixa Econômica Federal, que farão, no próximo domingo, uma prova cuja redação é eliminatória.

Recebi em meu e-mail alguns pedidos de orientação para desenvolvimento de uma redação sobre o tema “sustentabilidade”. Em um fórum de discussão sobre o concurso, o mesmo pedido me foi feito, então, achei importante escrever a respeito.

Abaixo apresento um roteiro e uma introdução sobre o tema, porém, para facilitar o entendimento, repetirei parte de uma outra postagem, em que falei um pouco sobre elaboração de roteiro.

Como se trata de um assunto abrangente, muitas ideias me vieram à cabeça. Tive que me forçar a parar de escrever para a publicação não ficar muito grande. Porém, se fizesse a redação completa, usaria todas as ideias que expus nos tópicos do roteiro. É possível perceber que a minha tese – último período da introdução – é um resumo de tudo o que escrevi e apresenta os tópicos que eu abordaria no desenvolvimento.

Bom, é isso! Agora vamos ao conteúdo.

*********************************************************************************

Para fazer o roteiro, eu sigo os seguintes passos:

1.Escrevo, em tópicos, todas as ideias que me vêm à mente sobre o tema.
Nesse primeiro momento, não me preocupo em como estou escrevendo, apenas com as ideias. Uso gírias, repito palavras etc. O importante é passar para o papel o que está na minha cabeça.

2.Analiso o que escrevi para identificar qual será a minha linha de raciocínio sobre o tema.
Esse momento é interessante, pois, às vezes, antes de fazer o roteiro, eu tenho uma ideia, porém, depois de escrever tudo, percebo que vou seguindo por outro caminho, às vezes até oposto ao inicial.

3.Organizo, seleciono, descarto.
Já sabendo o que eu vou defender, começo a agrupar os tópicos que possuem alguma relação; penso que ideias poderão estar na conclusão, no desenvolvimento e na introdução; descarto os tópicos que acho fracos ou que não fazem sentido na linha de raciocínio que escolhi.

Pronto! São esses os passos que sigo antes de começar a escrever.


Abaixo, então, está a minha produção. Antes, apenas, algumas observações para facilitar a análise:

- No roteiro, usei cores para agrupar as ideias que se relacionavam.

- Minha linha de raciocínio constituiu a frase guia da minha introdução – último período.

- Não reparem o vocabulário extremamente coloquial do roteiro. Como disse acima, nessa etapa, eu não me preocupo em como estou escrevendo.

- Percebam, na introdução produzida, que eu não apresentei o assunto de forma imparcial, como uma jornalista. Expus um ponto de vista, explicitei uma abordagem, me posicionei em relação ao tema. É importante essa observação porque é comum, em um tema como esse, as pessoas fazerem um texto expositivo, apenas apresentando informações. No caso de uma dissertação argumentativa, é preciso mais do que isso.

Roteiro

Sustentabilidade

- Nos últimos anos, o conceito de sustentabilidade tem estado bastante em voga.

- Na verdade, fala-se sobre desenvolvimento sustentável, que significa permitir o avanço de um país, por exemplo, porém realizando ações para que esse desenvolvimento não degrade o meio ambiente e, assim, não prejudique as gerações futuras. A sustentabilidade tem como princípio a ideia de que o crescimento deve estar aliado à preservação de recursos naturais.

- Em um momento em que se fala tanto da questão ambiental, o conceito de sustentabilidade ganhou força.

- No setor empresarial, é de grande importância a adoção de medidas sustentáveis em seus processos. Adotar ações que permitam um crescimento consciente tem funcionado, inclusive, para a respeitabilidade de uma companhia. É possível perceber que muitas empresas estão investindo em ações sustentáveis para se projetarem junto à sociedade como ambientalmente corretas.

- Em alguns casos, essa associação da imagem de uma marca à ideia de sustentabilidade pode até ser apenas marketing. É provável que haja companhias que no dia a dia pouco se preocupam com essa questão, mas realizam algumas ações a fim de ficarem bem projetadas.

- Pensar em sustentabilidade é, por mais paradoxal que pareça em um primeiro momento, pensar em lucro. Os recursos disponíveis para crescimento das companhias podem se tornar escassos caso não haja um planejamento. Dessa forma, pensar em sustentabilidade é uma maneira de garantir a continuidade de produção a longo prazo.

- A ideia de sustentabilidade também está relacionada à questão social. Sustentabilidade e educação, por exemplo, são instâncias interligadas, pois somente uma população instruída pode ter uma consciência que não seja imediatista.

- Desenvolvimento econômico precisa estar aliado à conservação dos ecossistemas.

- Em entrevista a um programa Cidades e soluções, uma especialista no assunto explicou que o conceito de sustentabilidade é entendido de maneira superficial, afirmando que algumas instituições, por exemplo, para falar que são sustentáveis, defendem apenas a ideia de reciclagem. Na verdade, muitos produtos que são consumidos pela população possuem processos complexos, em que cada matéria-prima para sua confecção vem de um lugar diferente. Dessa maneira, muita energia é gasta para o oferecimento de um simples produto. As empresas que realmente se preocupam com a sustentabilidade já estão modificando sua forma de produção, investindo no encurtamento das distâncias para a fabricação.

Introdução

               Mais do que uma questão ambiental

A busca das nações por crescimento econômico fez com que surgissem muitas reflexões sobre a maneira como o desenvolvimento tem se dado. Nesse contexto, o conceito de sustentabilidade, que tem como princípio básico a ideia de avanço econômico aliado à preservação de ecossistemas, passou a vigorar na sociedade. Trata-se de um conceito complexo, que envolve a ideia de lucro, educação, meio ambiente e que só será alcançado se praticado – e entendido- em sua totalidade.