segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Redação: Informações “off line”. Abro parênteses para falar de regência

Lendo a redação da última postagem, achei que seria importante, antes de fazer os comentários sobre o conteúdo do texto, utilizá-lo como motivador para falar sobre regência. Isso porque, lendo milhares algumas redações por semana, vejo muitos desvios nesse sentido.
O autor da redação usou a regência de acordo com as normas gramaticais e suas construções merecem comentários.

Seguem alguns exemplos para reflexão:
            1)    “O advento e a evolução dos meios de comunicação [...] transformaram o mundo em uma aldeia global, na qual os fluxos de informação espalham-se livremente”.
USO ADEQUADO! Explicação: Os fluxos de informação se espalham NA aldeia global, EM uma aldeia global. Dessa forma, para eu retomar “aldeia global”, preciso inserir a preposição “EM” (EM + A = NA).
     
      2)“[...] vive-se hoje a era digital, na qual as informações encontraram na “Web” um meio rápido e prático de se difundirem”.
USO ADEQUADO! Explicação: NA era digital, as informações encontraram na Web um meio de se difundirem.

     3)“[...]Biblioteca Digital Mundial, uma iniciativa da ONU da qual o Brasil fará parte”.
USO ADEQUADO! Explicação: O Brasil fará parte DA iniciativa da ONU. Então, retomando o vocábulo “iniciativa”, é preciso usar a preposição DE (DE + A= DA).

     4)    “a internet é o único meio de comunicação atual capaz de administrar a dinamicidade com que as notícias surgem[...]”.
USO ADEQUADO! Explicação: As notícias surgem COM dinamicidade.

Muita gente se desequilibra na hora de fazer construções como essas. Vejo constantemente os seguintes usos:
“O advento e a evolução dos meios de comunicação [...] transformaram o mundo em uma aldeia global, a qual os fluxos de informação espalham-se livremente”. USO INADEQUADO!
“[...]Biblioteca Digital Mundial, uma iniciativa da ONU que o Brasil fará parte”. USO INADEQUADO!
Ou ainda:
“a internet é o único meio de comunicação atual capaz de administrar a dinamicidade que as notícias surgem[...]”.USO INADEQUADO!

É isso! Para a construção de um bom texto, é preciso cuidar da regência. Do contrário, pode haver penalização em coesão e modalidade escrita.
Na próxima postagem, análise completa da redação Informações “off line”.
Até!!