sexta-feira, 26 de agosto de 2011

E-mail de orientação para minha tia - dissertação argumentativa


Há uns cinco anos, minha tia me ligou e disse que faria, no dia seguinte, uma prova de vestibular e precisava de orientação. Ela queria que eu a auxiliasse em relação ao tema "Crise financeira", pois achava que essa seria a proposta. Fiz, então, um texto explicativo simples sobre o assunto. Transcrevo-o abaixo.



Você pediu orientações sobre a produção de uma redação sobre  o tema " Crise mundial". Se esse for o tema, a banca, provavelmente, não vai colocar apenas "Disserte sobre a crise", é possível que haja alguma pergunta sobre o assunto . Por exemplo, pode pedir para que você fale das causas ou das consequência do problema. Supondo que o tema seja " Consequência da crise econômica no Brasil", a estrutura da redação será a seguinte:

Introdução. Faça uma contextualização do assunto e, depois, no último período, coloque a sua tese (que é o que você vai desenvolver sobre o tema).

Ex:
Muito se tem discutido acerca da desvalorização econômica no mundo atual. O que se escuta do presidente do país é que essa situação não acarretará nenhum problema para a sociedade brasileira.  No entanto,  já está sendo possível perceber que essa crise financeira pode, sim, afetar de maneira significativa o Brasil, gerando problemas como desemprego, dificuldade de compra e diminuição considerável no lucro de empresários.

Nessa introdução, você pode perceber que eu começo apenas contextualizando, falando sobre a crise de uma maneira geral. Só na tese ( a parte em destaque) eu apresento, de fato, que eu vou falar sobre as consequências do problema, que foi o que o tema pediu. Repare que eu citei na tese 3 consequências:

1- desemprego
2- dificuldade de compra
3 - diminuição do lucro dos empresários.

Esses são os 3 argumentos que eu trabalharei ao longo do texto. Citei 3 argumentos para fazer 3 parágrafos de desenvolvimento. Se você fizer apenas 2 parágrafos de desenvolvimento, deve citar apenas 2 argumentos.

Essa é uma das estratégias de introdução, mas você pode fazer também a sua tese sem citar argumentos, apenas apresentando, de forma generalizada, o que vai defender. Por exemplo:


"No entanto,  já está sendo possível perceber que essa crise financeira pode, sim, afetar de maneira significativa o Brasil, gerando problemas em diversos setores".

 É importante que a sua introdução tenha uma dessas 2 estruturas.


Quanto ao desenvolvimento, explique cada argumento em um parágrafo. Por exemplo, no primeiro parágrafo do desenvolvimento, você vai dissertar sobre o desemprego, então pode fazer mais ou menos a seguinte estrutura:

A quantidade de demissões no país é consequência direta da crise por que os Estados Unidos passam. Obviamente, não se pode dizer que o desemprego que existe é causa exclusiva da quebra das bolsas americanas, mas o que se pode afirmar é que, nos últimos meses, houve uma grande quantidade de empresas nacionais que demitiram funcionários por esse problema. Um exemplo é o setor automobilístico, que demitiu no mês de novembro 100 funcionários.

Nesse parágrafo de desenvolvimento, eu apresentei no 1º período um resuminho do que eu vou desenvolver no restante do parágrafo. Depois eu continuei a explicação e citei exemplos. Essa estrutura torna o texto mais organizado.

Os exemplos que eu citei nesse parágrafo são inventados, mas na prova eles colocam textos de apoio em que, geralmente, têm alguns dados que podem ser usados por vc.

O mesmo deverá ser feito nos outros parágrafos de desenvolvimento com os outros argumentos.

Na conclusão, você apenas reafirma a sua tese e pode depois, por exemplo, propor uma solução para o problema.

São problemáticas, portanto, as consequências dessa crise para o cidadão brasileiro. É preciso que os governos se organizem e tracem um plano de ação com o intuito de que os efeitos negativos sejam amenizados e a sociedade consiga superar esse período.