segunda-feira, 15 de abril de 2013

Lendo o jornal...


Olá!

Estava lendo no OGlobo on line uma matéria sobre expressões clichés que as pessoas apresentam no currículo. Por exemplo, “árduo trabalhador”, “dinâmico”, “pró-ativo”, “flexível” entre outros. 

Achei bem interessante – e até engraçada – a matéria. O que mais vejo são currículos vazios, mas recheados de expressões como essas, que não dizem nada.

Eu recomendo a leitura da matéria, mas... não posso deixar de falar sobre o meu espanto ao ler o que foi escrito sobre o termo “flexível”.

Segue.
“Flexível - A mudança é a única constante hoje. Como tal, as empresas buscam profissionais versáteis, que vai ajustar facilmente a novas situações. Mas vá um passo além da simples referência a si mesmo como flexível. Sublinhado a sua adaptabilidade, explicando como você respondeu com sucesso a uma grande mudança no trabalho ou habilmente tratados aspectos imprevisíveis de seu trabalho”.

Link para a matéria: aqui.  

Onde vocês acham que estão os problemas do texto? Como ele poderia ser melhor escrito?

Aguardo os comentários de vocês. Os meus estarão na próxima postagem.

Até lá!