domingo, 5 de maio de 2013

Redação pronta ANS – Censura na internet


Apresento nesta postagem uma redação pronta para um tema que caiu na prova da ANS.

Proposta com o texto de apoio aqui.

Tema: Deve haver ou não censura na internet?

Comentários gerais

A primeira coisa que o autor precisa fazer é se posicionar sobre o tema, ou seja, deve deixar claro, logo na introdução, se deve ou não haver censura na internet.
No desenvolvimento, o candidato deverá usar argumentos para comprovar a sua opinião.


Redação


Vencendo o canhão

Nos regimes autoritários, os cidadãos possuem sua liberdade cerceada, ficando a cargo do governo a decisão sobre o que deve ou não ser de conhecimento da sociedade. Apesar de se tratar de uma realidade distante para os países que hoje vivem no regime democrático, hora ou outra o tema “censura” volta a ser discutido. No momento, por conta dos crimes que acontecem no meio virtual, há quem ache necessário a censura na Web. No entanto, a internet é um local de liberdade e a censura não é a solução para os problemas da rede.

Primeiramente, é necessário que se entenda que os crimes virtuais devem ser solucionados com legislação adequada e não com censura. A internet é um instrumento poderoso, que pode sim ser usado para práticas ilegais, como invasão de privacidade e exposição de pessoas. No entanto, indivíduos que procedem de forma criminosa devem ser identificados, julgados e punidos. Valer-se de tais situações para defender a censura é imprudente.

Além disso, em um regime democrático, é inconcebível a ideia de restrição à informação, o que pode acontecer se for adotada a censura na internet. Na China, as pesquisas no site de busca Google eram censuradas para que a população não tivesse acesso a informações consideradas “perigosas” pelo governo. Quando se faziam buscas com o nome do ex-presidente chinês, por exemplo, o sistema ficava fora do ar. Esse é claramente um exemplo a não ser seguido.

É nítido, portanto, que a censura na internet é inadequada e não soluciona os problemas atuais. Com organização e inteligência, pode-se atuar de maneira eficiente e sem retrocesso. Afinal, censura é uma forma de retorno à ditadura. Que as flores continuem vencendo o canhão.